Textos publicados originalmente na página do projeto Vamos Ler, às sextas, no Diário de Cachoeirinha.


Acesse a edição virtual

Literatura de Cordel



Príncipe Borralheiro

Ainda bem que no Brasil
Não existe o Reinado
Imagine como seria
Pela imprensa tratado
Um Príncipe de verdade
No chão todo estirado?

Mas lá na Inglaterra
Tudo é diferente
Onde até os animais
São tratados como gente
Príncipe servindo à Marinha
Sem começar por tenente

Esse "pobre" ser humano
Não consegue nem dormir
Deve ser pela insônia
Que vem nele bulir
Lembrando que ele
Não pode escapulir

Dos homens superiores
Que chegam de madrugada
Acordando todo mundo
Com a porta escancarada
Gritando algo e em bom tom:
"Levanta logo peãozada"

Então esse Príncipe
Que na Marinha é soldado
Igual a qualquer outro
Ficou logo perturbado
E tornou-se de repente
Um príncipe desencantado.
Estava sendo reclamado
Toda vez que acordava
Com uma preguiça danada
Nem a remela tirava
Pois os superiores
Até a ele gritavam

Pois então resolveu
Acabar com a questão
Arrumava a cama de noite
Evitava complicação
E para ganhar tempo
Passou a dormir no chão

Ivanilson França (RN)


Share/Save/Bookmark


Postar um comentário

Livros não mudam o mundo, quem muda o mundo são as pessoas. Os livros mudam as pessoas. (Caio Graco)

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.